‘Não respeitaram nem o velório’, diz pai de jovem esfaqueado em cemitério

Crime teria sido motivado após discussão no WhatsApp. Pai ficou com ferimento na cabeça e filho está internado na Santa Casa de Rio Preto (SP).

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, SP – Pai e filho que foram esfaqueados durante um velório em São José do Rio Preto (SP), nesta terça-feira (3), ainda não acreditam que foram atacados em um momento tão delicado. A polícia prendeu três pessoas, pai e dois filhos, suspeitos de invadirem o velório.

A família participava do velório de uma prima quando os criminosos invadiram o recinto.

“Eles chegaram sem mais nem menos, não respeitaram nem o velório. Estávamos todos chorando por causa de uma prima que faleceu, e um deles chegou esfaqueando”, afirma Estevão Cristo.

O homem foi atingido na cabeça, mas sem gravidade. Já o filho, de 27 anos, levou três facadas e está internado na Santa Casa. “Ele está sem movimentação em uma das pernas, estamos preocupados com o estado de saúde dele”, diz.

O motivo do crime teria sido uma discussão pelo WhatsApp, mas o pai não deu detalhes sobre o caso.

“Esse pessoal veio de Ribeirão Preto, encostaram o carro, um deles já veio com uma faca, com a faca amarrada na mão, chegou e deu um soco no meu filho e o outro veio e apunhalou”, conta.

Os agressores fugiram após o crime, mas foram detidos e presos em Dumont (SP), na região de Ribeirão Preto (SP). Eles vão responder por tentativa de homicídio.

Estevão Cristo foi agredido na cabeça e o filho levou três facadas (Foto: Reprodução/TV TEM)
Mais acessadas da seamana