Libertadores 2018

Corinthians é o único clube que não levou gol na Libertadores 2018

Com a vitória sobre o Independiente por 1 a 0, na Argentina, Corinthians chegou a três jogos sem ser vazado na atual edição da Copa Libertadores.

R7

LIBERTADORES 2018 – Líder do Grupo 7 da Libertadores, o Corinthians provou nesta quarta-feira (18), sua força defensiva mais uma vez. Contra o rival mais difícil do grupo, fora de casa, na Argentina, o time de Fábio Carille saiu com a vitória e outra vez sem ser vazado.

Depois de estrear contra o Millonarios, em Bogotá, na Colômbia, com um 0 a 0, o Corinthians venceu o Deportivo Lara-VEN, em casa, por 2 a 0, e fechou esse primeiro turno do Grupo 7 sem tomar gol. Assim, é o único clube entre os 32 da fase de grupos da Libertadores 2018 que ainda não sofreu gol.

Melhores defesas da Libertadores 2018:
Corinthians – 0 gol sofrido, 3 jogos
Atlético Nacional-COL – 1 gol sofrido, 3 jogos
Boca Juniors-ARG – 1 gol sofrido, 3 jogos
Estudiantes-ARG – 1 gol sofrido, 3 jogos
Cerro Porteño-PAR – 1 gol sofrido, 3 jogos
Grêmio – 1 gol sofrido, 3 jogos
Libertad-PAR – 1 gol sofrido, 3 jogos
Millonarios-COL – 1 gol sofrido, 3 jogos
Palmeiras – 1 gol sofrido, 3 jogos
Universidad de Chile-CHI – 1 gol sofrido, 2 jogos
Vasco – 1 gol sofrido, 2 jogos

De acordo com as estatísticas da Footstats, o Corinthians fez nesta quarta-feira uma ótima partida na marcação, com 27 desarmes (recorde em um jogo da Libertadores 2018), 41 rebatidas (outro recorde). E nos três jogos na Libertadores, os adversários acertaram apenas quatro finalizações no gol de Cássio (13,3% de acerto, o menor da Libertadores). 

Em 2012, o Corinthians foi campeão da Libertadores sofrendo apenas 4 gols em 14 jogos. Na fase de grupos daquele ano, o time sofreu dois gols, sendo um na estreia.

Veja os times com as melhores defesas na história da Libertadores
Junior (COL) – 6 jogos, 1 gols sofridos (0,17), em 1978
Argentinos Jrs (ARG) – 5 jogos, 1 gols sofridos (0,20), em 1986
Boca Juniors (ARG) – 13 jogos, 3 gols sofridos (0,23), em 1977
Estudiantes (ARG) – 4 jogos, 1 gols sofridos (0,25), em 1970
Universitário (PER) – 8 jogos, 2 gols sofridos (0,25), em 2010
Corinthians (BRA) – 14 jogos, 4 gols sofridos (0,29), em 2012
Cruzeiro (BRA) – 7 jogos, 2 gols sofridos (0,29), em 1977
Nacional (URU) – 13 jogos, 4 gols sofridos (0,31), em 1971
Boca Juniors (ARG) – 6 jogos, 2 gols sofridos (0,33), em 1978
Vasco (BRA) – 6 jogos, 2 gols sofridos (0,33), em 1980
São Paulo (BRA) – 12 jogos, 4 gols sofridos (0,33), em 2010
Deportivo Cali (COL) – 8 jogos, 3 gols sofridos (0,38), em 2003
San Lorenzo (ARG) – 10 jogos, 4 gols sofridos (0,40), em 1973
Independiente (ARG) – 5 jogos, 2 gols sofridos (0,40), em 1976
Peñarol (URU) – 10 jogos, 4 gols sofridos (0,40), em 1979
Boca Juniors (ARG) – 10 jogos, 4 gols sofridos (0,40), em 2002
Nacional (URU) – 12 jogos, 5 gols sofridos (0,42), em 1980
Internacional (BRA) – 12 jogos, 5 gols sofridos (0,42), em 1980
Cobreloa (CHI) – 12 jogos, 5 gols sofridos (0,42), em 1982
Peñarol (URU) – 14 jogos, 6 gols sofridos (0,43), em 1968
Boca Juniors (ARG) – 7 jogos, 3 gols sofridos (0,43), em 1979
River Plate (ARG) – 11 jogos, 5 gols sofridos (0,45), em 1978

Comente

Outras Notícias

Veja Também