Após aceitar corrida de ‘cliente’, motorista por aplicativo é assaltado em Presidente Prudente

Rapaz de 20 anos foi preso em flagrante suspeito de cometer o crime. Ocorrência foi registrada na madrugada desta quinta-feira, dia 06 de janeiro.

Facas, dinheiro e celular foram apreendidos pela polícia — Foto: Polícia Militar

Facas, dinheiro e celular foram apreendidos pela polícia — Foto: Polícia Militar

Presidente Prudente-SP—Um motorista por aplicativo, de 45 anos, foi assaltado na madrugada desta quinta-feira (6), as proximidades de um condomínio de luxo, em Presidente Prudente (SP). O suspeito de cometer o crime, de 20 anos, foi preso em flagrante. As informações são do Portal G1.

Conforme consta no boletim de ocorrência registrado na Delegacia Participativa da Polícia Civil, o motorista pegou o suspeito no bairro Ana Jacinta e em uma via pública do Parque Residencial Dahma II o rapaz anunciou o assalto.

Segundo informou ao g1 a Polícia Militar, o suposto passageiro colocou uma faca no pescoço da vítima ao anunciar o roubo.

Na sequência, o rapaz fugiu levando o carro da vítima e os pertences que estavam no interior, como celular, carteira e dinheiro.

Ao tomar conhecimento do crime e das características do veículo da vítima, a Polícia Militar fez patrulhamento pelo bairro Ana Jacinta e localizou um carro suspeito estacionado no cruzamento com a Rua Aide Caciatore Roque com os faróis acesos.

Na ocasião, a equipe viu um homem desembarcando do veículo estacionado e o abordou. Ao verificar a placa do automóvel, os policiais constataram que era o automóvel roubado, conforme a PM ao g1.

O suspeito desembarcou e foi abordado pelos militares. Ele tinha na mão direita uma sacola contendo uma bermuda jeans na cor marrom, uma camisa na cor preta e duas facas de porte grande, sendo que uma delas foi usada no roubo. Já na mão esquerda estavam um celular e R$ 97 da vítima.

De acordo com informações da Polícia Militar, a roupa que estava dentro da sacola foi usada pelo rapaz no momento do roubo.

Questionado sobre o roubo, o autor disse que as facas estavam dentro da sacola e que o dinheiro e o celular eram os da vítima. Ele confessou o roubo e a vítima o reconheceu como sendo o indivíduo o que o assaltou.

Duas facas, um celular e R$ 97 foram apreendidos.

Na delegacia, foi representado pela decretação da prisão preventiva, “já que qualquer outra medida cautelar diversa da prisão restará infrutífera”. “Ademais, a medida é necessária e adequada à gravidade do crime praticado, às circunstâncias do fato e às condições pessoais dos indiciados”, diz o registro policial.

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana