Jovem armado morre com tiros no peito após fugir da polícia em Marília

Diversas viaturas da Força Tática da Polícia Militar participaram da ação — Foto: Divulgação

MARÍLIA-SP — O funcionário de uma pastelaria, Marcos Fernandes de Araújo, de 18 anos, morreu com dois tiros no peito disparados por um policial militar após tentar fugir armado de uma abordagem da polícia na noite deste domingo, dia 17, no Jardim Itaipu, zona Sul de Marília-SP.

Segundo o Boletim de Ocorrência, uma equipe da polícia recebeu a informação de um homem armado em um bar localizado na Avenida Sampaio Vidal. Ao notar a presença da viatura, um condutor suspeito empreendeu fuga em alta velocidade no sentido Jardim Continental.

O motorista, posteriormente identificado como Marcos de Araújo, estava com outro passageiro, um estudante de 17 anos. O veículo foi acompanhado por diversas viaturas até Araújo perder o controle da direção e colidir contra uma lixeira de concreto na rua José Lupino de Aguiar.

Em seguida, ainda armado com um revólver calibre 38, o motorista tentou evadir correndo a pé. Enquanto o passageiro permaneceu no veículo e foi detido pelos policiais.

Durante a fuga, Araújo se escondeu em um matagal, pulou o muro de um quintal de uma residência, localizada na rua Nassimem Mussi, e acabou cercado pelas equipes da Força Tática.

De acordo com a Polícia Militar, um sargento se deparou de frente com o foragido na casa, ainda armado. Ele teria mirado o revólver para o policial, que rapidamente efetuou dois disparos contra o peito de Araújo para se defender.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência — SAMU — foi acionado, mas o jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local por volta das 20h52.

O passageiro do veículo informou que pegou somente uma carona com Araújo, alegando que pediu durante toda perseguição para que o motorista parasse o carro. Eles estavam bebendo no bar localizado próximo da região central. Após depoimento, o adolescente foi liberado.

A Perícia e os investigadores da Polícia Técnico Científica compareceram no local e apreenderam a arma de Araújo municiada com cinco cartuchos e numeração suprimida. O caso foi registrado como resistência e homicídio simples em decorrência de intervenção policial.

Marcos Fernandes de Araújo, de 18 anos, não resistiu e morreu ainda no local — Foto: Divulgação

Velório

O jovem Marcos Fernandes de Araújo está sendo velado na sala 6 do Velório Municipal. O horário e local do sepultamento ainda não foram definidos.

VEJA TAMBÉM

Mais acessadas da seamana