Internauta flagra redemoinho em Tarumã e vídeo viraliza nas redes sociais

O fenômeno é típico das altas temperaturas em dias de muito calor.

TARUMÃ-SP — Um internauta flagrou na tarde de sábado (9) um redemoinho na área rural do município de Tarumã (SP). O fenômeno é típico das altas temperaturas em dias de muito calor. (veja vídeo abaixo)

De acordo com o assisense Diego Bermejo, que fez a gravação, o redemoinho foi avistado quando ele e sua família passeavam pelo local. “Começou do nada e ficou alguns minutos e logo depois se dissipou. Eu nunca tinha visto um redemoinho desses”, contou.

Bermejo publicou o vídeo em sua rede social facebook e em menos de 24 horas o vídeo ultrapassou a marca de 34 mil visualizações, além de mais de 1 mil compartilhamentos.

Outro vídeo

Outro internauta flagrou o redemoinho de longe e a imagem impressiona pela altura que o vórtice alcançou.

Como surge o redemoinho

Ocorrem quando o solo se aquece em determinado ponto, transferindo esse calor à porção de ar que está parada logo acima dele. Quando atinge uma determinada temperatura, esse ar sofre rápida elevação, subindo em espiral e cria um mini centro de baixa pressão. Devido ao princípio da conservação do momento angular esse redemoinho ganha velocidade e acaba levantando a poeira do solo, fazendo com que um funil de ‘sujeira’ seja visível. Ele pode apresentar desde alguns centímetros até muitos metros de altura.

Há também outro tipo de redemoinho,por exemplo,quando o solo se aquece em determinado ponto e o vento fraco vindo de uma direção se encontra com a corrente de ar quente acima do ponto super aquecido esse vento tende a ganhar velocidade,girar e empurrar o “turbilhão” para a direção que ele estaria.Também há os redemoinhos mais comuns que se formam quando a corrente de vento é parada por uma “parede” de canto criando uma corrente ascendente de vento giratória.

Frequentemente esse fenômeno é confundido com um tornado, porém vale salientar que, ao contrário dos tornados, os redemoinhos de poeira somente se formam em dias sem nuvens, sob muito sol e calor e baixa umidade do ar. Além disso, a velocidade dos ventos desse fenômeno raramente ultrapassa os 100 km/h, podendo causar apenas pequenos estragos, tais como destelhamentos leves”.

VEJA TAMBÉM

Mais acessadas da seamana