Regional

Boato de fechamento da Nestlé em Marília gera tensão entre funcionários

Marília Notícia | Redação

Boato de fechamento da Nestlé em Marília gera tensão entre funcionários (Foto: Reprodução/Jornal do Ônibus)

MARÍLIA-SP — A Nestlé negou que fechará sua unidade de Marília. Um boato sobre suposta venda da fábrica também corre na cidade e entre os funcionários. Mesmo com o posicionamento oficial da empresa, entre os trabalhadores o clima é de apreensão.

A Nestlé atua na categoria biscoito desde 1967 e está em Marília há mais de 30 anos. Além do fechamento circularam informações sobre uma possível venda da empresa para outra grande concorrente do mercado, a Arcor.

Em nota a Nestlé garante que são falsas as notícias que têm circulado “sobre o fechamento de sua fábrica de Marília”.

“A Nestlé informa que a unidade é estratégica para os negócios da companhia e não há planos de a empresa sair da categoria de biscoitos”, diz o comunicado oficial.

“A Nestlé reforça que tem investido fortemente em inovação para esse segmento, com lançamentos tanto em formatos quanto em sabores. A fábrica de Marília ganhou, no último ano, uma linha nova e somente em 2019 já entregou mais de 20 produtos novos”, consta no texto.

A empresa declarou ainda ainda “a importância desse mercado, sendo que o Brasil já é o 3º país consumidor de biscoitos no mundo”.

Em 2018, segundo a Nestlé, “esse mercado faturou R$ 17 bilhões em vendas e cresceu pouco mais de 7% comparado ao ano anterior”.

A companhia diz ainda que, sobre Marília, “tem uma relação muito forte com a cidade e com o país, ajudando a construir marcas fortes e queridas pelos consumidores”.

Arcor

A Arcor também negou que tenha adquirido a unidade da Nestlé em Marília. A empresa diz que “desconhece essa informação e esclarece que não há nenhum tipo de acordo ou compra em andamento”.

Sindicato

O presidente do Sindicato da Alimentação de Marília Wilson Vidotto Manzon disse ao Marília Notícia que não acredita nas informações sobre fechamento ou venda da unidade local da Nestlé.

“São fake-news, mentiras. A empresa não iria fechar a única fábrica de biscoito que tem no Brasil. Se fosse acontecer alguma coisa nós estaríamos sabendo e iríamos lá para a frente da fábrica”, disse o sindicalista.

Trabalhadores

Em entrevista ao Marília Notícia, um dos colaboradores da unidade em Marília, que prefere não se identificar, disse que o clima dentro da empresa é de muita tensão.

“Há alguns meses mudanças estão ocorrendo. Aos poucos, mas estão ocorrendo. O pessoal lá dentro está apreensivo demais com a situação. Hoje mesmo fizeram algumas reuniões importantes lá dentro. Entre os funcionários o boato é de que a unidade de Marília não passa do ano que vem”, disse.

Comente

Outras Notícias

Veja Também