Esportes

Cândido Mota é grande vencedor do 48º Campeonato Estadual de Futebol

As equipes de Cândido Mota chegaram às finais nas categorias sub 11, 13 e 17, e foram campeões em todas elas.

Assis Notícias | Redação
Cândido Mota é grande vencedor do 48º Campeonato Estadual de Futebol — Foto: Divulgação

Cândido Mota é grande vencedor do 48º Campeonato Estadual de Futebol — Foto: Divulgação

CÂNDIDO MOTA-SP — Com muitos gols, torcida e emoção, chegou ao fim a etapa regional do 48º Campeonato Estadual de Futebol ‘José Astolphi’ realizada no sábado, dia 5, no estádio ‘Benedito Pires’, em Cândido Mota (SP).

A competição iniciou em agosto e contou com a participação de Cândido Mota, Assis, Paraguaçu Paulista, Platina, Pedrinhas, Maracaí e Tarumã, em quatro categorias: sub 11, 13, 15 e 17.

As equipes de Cândido Mota, formada por jogadores da escolinha municipal dos treinadores Wagner Modesto e Cristiano Pinheiro, chegaram às finais nas categorias sub 11, 13 e 17, e foram campeões em todas elas.

Equipe campeã no sub 11 — Foto: Divulgação
Equipe campeã no sub 11 — Foto: Divulgação

Abrindo a rodada final, os atletas do sub 11 de Cândido Mota jogaram contra Tarumã. No primeiro tempo Tarumã saiu na frente com gol do camisa 10, Gabriel Ventura. Logo no início do segundo tempo, o gol de empate foi do jogador camisa 8, Caique Santos; e em seguida aconteceu o gol da virada do camisa 9, André Rodrigues, que deu o título de campeão sub 11 para Cândido Mota.

Equipe campeã no sub 13 — Foto: Divulgação
Equipe campeã no sub 13 — Foto: Divulgação

No sub 13, Cândido Mota enfrentou Assis em uma partida muito emocionante e que terminou empatada. O campeão foi conhecido após as penalidades. Assis saiu na frente no primeiro tempo, com gol do camisa 11, Cauã Henrique. O empate veio com Cauã Ramalho Leite, camisa 4, e neste momento a torcida comemorou muito. Nos pênaltis, quando estava 5 a 4 para Cândido Mota, a cobrança final estava nos pés do jogador de Assis, que chutou na trave. Os jogadores correram para o alambrado e comemoraram com a torcida. Mais uma vez se ouviu ‘é campeão’ entoado pela torcida e jogadores.

Equipe campeã no sub 15 — Foto: Divulgação
Equipe campeã no sub 15 — Foto: Divulgação

No sub 15, a partida foi entre Assis e Pedrinhas Paulista. O primeiro tempo foi avassalador para Assis, que virou em 4 a 0. O primeiro gol de Assis veio com o camisa 8 Vitor Hugo Neris, 2 a 0 com o camisa 9, Pedro Henrique. O terceiro não demorou a sair, nos pés do jogador 11, Vinícius Vila Boas. O camisa 10, Cauã Henrique de Souza, marcou o quarto. No segundo tempo, o quinto gol veio com Murilo de Souza, camisa 2, fechando a partida e garantindo o time de Assis como campeão.

Equipe campeã no sub 17 — Foto: Divulgação
Equipe campeã no sub 17 — Foto: Divulgação

Na categoria sub 17, um grande jogo envolveu Cândido Mota e Paraguaçu Paulista. Em uma partida muito disputada, os garotos de Cândido Mota marcaram dois gols: o camisa 4, Murilo Tapias, e o camisa 20, Alexandre Pires. Dessa forma, Cândido Mota se consagrou campeã sub17.

Entre uma partida e outra, as medalhas eram entregues aos jogadores pelas mãos do prefeito Roberto Bueno e secretários municipais João Nicolau dos Santos, ‘Pinguinha’, de Esporte e Turismo; e Adilson Magrinelli, da Administração. Os atletas fizeram muita festa e comemoraram com torcida e treinadores.

Repercussão
“Mais do que resultado, a formação dos cidadãos. Trabalhamos com atletas de 11 a 17 anos, que é uma fase de formação. É claro que é gostoso você ver seu time campeão, jogadores felizes, pais e responsáveis felizes, mas para nós o importante é ver que estão seguindo o caminho do bem. Se alguém chegar a ser profissional, ótimo, mas o que buscamos mesmo é tirar estas crianças das ruas e deixá-las longe das drogas e dos caminhos tortos, e graças a Deus estamos conseguindo. Aproveitamos para agradecer o prefeito Roberto Bueno pelo apoio e incentivo, ao secretário ‘Pinguinha’, e todos os funcionários da Secretaria de Esportes. Sozinhos não conseguiríamos nada”, disseram os treinadores Wagner e Cristiano.

Por fim, o prefeito Roberto Bueno concordou com os treinadores. “Primeiramente, parabéns a todos os atletas. Fiquei observando os dois treinadores na beira do gramado, comandando os times, e vi a união entre eles e os atletas. Concordo com o que Wagner e Cristiano disseram, e tenho a mesma preocupação não só por ser homem público, mas por ser alguém que sempre se preocupou em ver uma criança longe das drogas, e por isso procuro dispensar atenção especial ao esporte. Ele ajuda não só na disciplina, mas também na educação. O jovem que aprende desde cedo como se comportar diante da vitória e da derrota, será no futuro um cidadão vitorioso, com personalidade e caráter. Temos grandes profissionais na secretaria, que estão envolvidos há muitos anos no esporte desempenhando o trabalho com profissionalismo e, acima de tudo, carinho no que fazem. Por fim, agradeço aos pais por incentivarem e também por acreditarem nas escolinhas”, concluiu Roberto Bueno.

Comente

Veja Tambm