Caminhoneiro é atropelado durante protesto na Rodovia João Batista Cabral Rennó

Acidente aconteceu no km 309 em Santa Cruz do Rio Pardo (SP) nesta sexta-feira (25). Segundo Polícia Rodoviária, ele foi atingido por caminhoneiro que tentou ‘furar’ um bloqueio.

Um caminhoneiro de 50 anos, que participava do protesto da categoria em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), foi socorrido na manhã desta sexta-feira (25) após ter sido atropelado na Rodovia João Batista Cabral Rennó.

Segundo a Polícia Rodoviária, a vítima, José Aparecido Cordeiro, foi atropelada por um caminhoneiro, que saiu de São Paulo com destino a Londrina e tentava passar pelo bloqueio dos grevistas.

O motorista, de 57 anos, foi levado para a delegacia e disse que só furou o bloqueio porque teria sido apedrejado pelos manifestantes. Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso será investigado.

De acordo com a assessoria de imprensa da concessionária que administra a via, o acidente foi no km 309. A própria concessionária prestou o socorro e encaminhou o homem para a Santa Casa.

Segundo o hospital, o caminhoneiro sofreu ferimentos na cabeça e foi avaliado pela equipe médica da UTI e aguarda transferência para um hospital particular de Ourinhos. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

Outros protestos no Centro-Oeste Paulista

Região de Bauru

Em Bauru, motociclistas saíram pelas ruas em apoio aos caminhoneiros na tarde desta sexta-feira (25). Eles se concentraram na avenida Getúlio Vargas e percorreram as principais avenidas da cidade, seguindo até a rodovia Marechal Rondon.

Ainda na cidade, Os motoristas de ônibus também fizeram um protesto pelas ruas da cidade em apoio aos grevistas. Eles se concentraram na Avenida Nações Norte e também percorreram várias avenidas até a Rodovia Marechal Rondon.

Em Agudos, os manifestantes estão na rodovia Marechal Rondon (SP-300), no posto em frente à Ambev, perto de Agudos (SP). Há pelo menos 600 caminhões estacionados.

Em Lins, são 200 caminhões estacionados na pista leste Rodovia Marechal Rondon, no km 438. Cerca de 500 pessoas participando do ato.

Tem protesto também na Comandante João Ribeiro de Barros, no km 220, no sentido Jaú-Pederneiras e em Ubirajara, na Rodovia Antônio João Garbulho.

Em Jaú, há protestos dos grevistas nos kms 350 e 359 da Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Camarinha.

Ainda na região tem caminhoneiros concentrados também em Igaraçu do Tietê, no km 180 da Comandante João Ribeiro de Barros. E em Torrinha, no km 197 na SP 197.

Caminhoneiros se concentram ainda na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, no km 380, em Duartina.

Na região tem protesto também em Cabrália Paulista, no acesso à cidade pela SP-293.

Tem protestos em Ibitinga, no km 377 da Rodovia Deputado Leônidas Pacheco e na estrada que liga Ibitinga a Tabatinga, a SP-331, no km 51.

E durante a manhã desta sexta-feira teve protesto na SP-317 em Itápolis.

Em Avanhandava, os caminhoneiros fizeram um ato no centro da cidade, na rua Boa Vista, em frente a Praça da Santa Luzia. E os veículos seguiram sentido Rodovia Marechal Rondon, no trevo de Avanhandava, ondem devem permanecer.

Em Bariri, ato dos caminhoneiros é realizado no trevo principal de acesso, logo na entrada da cidade. De acordo com os manifestantes, cerca de 50 caminhões e tratores compõem o movimento.

Região Marília

Em Marília (SP), manifestantes se concentram entre os quilômetros 332 e 324 da Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333), próximo ao Posto Gigantão.

Em Tupã (SP), há protestos na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), próximo à entrada da cidade.

Em Echaporã (SP), caminhoneiros seguem no acostamento da SP-333 no quilômetro 268.

Em Oscar Bressane (SP), os grevistas estão na rodovia José Bassil Dower (SP-421), no quilômetro 17.

Ainda na região, há protestos em Assis, Paraguaçu Paulista e Gália. Nessas cidades, os caminhoneiros se concentram na entrada dos municípios.

Tem manifestação também em Maracaí. A manifestação está no trevo da cidade e conta com o apoio de produtores rurais. Segundo os manifestantes, cerca de 50 máquinas agrícolas e caminhões de produtores rurais estão estacionados no local.

Região de Botucatu

Em Botucatu, os caminhoneiros se concentram no km 19 da Rodovião João Hipólito Martins, a Castelinho.

Em Santa Maria da Serra, o protesto acontece no km 223 da Rodovia Geraldo de Barros (SP-191).

Região de Ourinhos

Na cidade de Ourinhos (SP), os manifestantes se concentram em três pontos da cidade – na rodovia Raposo Tavares, na rodovia Melo Peixoto e no distrito Industrial II.

Em Palmital, há protestos na rodovia Nelson Leopoldino.

Em Santa Cruz do Rio Pardo, caminhoneiros estão no acostamento da rodovia João Batista Cabral Renó.

Em Cândido Mota, caminhoneiros em greve estão bloqueando a entrada da cidade e impedindo outros veículos de passarem no local.

VEJA TAMBÉM

Mais acessadas da seamana