Comemoração de alunos de medicina em PS lotado em Marília vira polêmica

Ato foi visto como descaso pelos pacientes que aguardavam atendimento.

Comemoração vai ser revista, diz diretoria da Famema (Imagem: Reprodução)

Comemoração vai ser revista, diz diretoria da Famema — Foto: Reprodução

MARÍLIA-SP — Uma tradição entre formandos da Faculdade de Medicina de Marília (Famema) está gerando polêmica nas redes sociais e por conta de eventuais excessos pode estar com os dias contados.

No último final de semana alunos realizaram uma comemoração em meio ao pronto-socorro do Hospital das Clínicas (HC) lotado de pacientes – muitos deles em macas e cadeiras de rodas.

O evento é conhecido como “Descida da rampa do HC de Marília”, segundo a assessoria de imprensa do hospital.

“Os alunos tradicionalmente ao concluírem o curso, realizam a descida da rampa do Pronto-Socorro, simbolizando a jornada percorrida nos seis anos de curso”, afirma nota enviada ao site Marília Notícia.

O problema teria sido o barulho de gritos e palmas, cada vez que o nome de um aluno era anunciado em meio ao grupo concentrado dentro da área onde pacientes aguardam atendimento. A situação incomodou bastante o público no saguão do Pronto-Socorro.

“Em nenhum momento foi impedida a entrada de pessoas no Pronto Socorro. Os atendimentos foram realizados normalmente”, informou a assessoria de imprensa. “Todos os setores envolvidos são informados sobre o ato antecipadamente”.

Apesar das justificativas, a diretoria da Famema informou que vai “reavaliar o tradicional ato de descida da rampa pelos formandos de Medicina com o objetivo de evitar possíveis excessos na comemoração”.

 

Mais acessadas da seamana