Londrina

Jovem de 19 anos morre após ingerir cerveja com energético no Paraná

A estudante Isabella Bueno teve uma parada cardiorrespiratória.

Catraca Livre | Redação
Isabella morreu após ingerir bebida em um bar de Londrina

Isabella morreu após ingerir bebida em um bar de Londrina

LONDRINA-PR — Uma jovem de 19 anos morreu depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória após ingerir cerveja com energético. O caso ocorreu na última sexta-feira, 1, em um bar de Londrina, no norte do Paraná.

Isabella Bueno estava com amigos no bar quando começou a passar mal logo após ter inserido a mistura. Socorrida pelo SAMU, a jovem não resistiu e morreu no domingo no Hospital Evangélico.

Familiares de Isabella disseram ao G1 que a jovem tinha um pequeno problema de arritmia cardíaca. “O médico disse que não era uma coisa grave e que dava para viver sem qualquer preocupação”, disse Israel Filho, primo da estudante.

Efeito nocivo de energético
Os efeitos nocivos do consumo de energéticos à saúde costumam estar associados ao alto índice de cafeína presente nessas bebidas. Por ser uma substância estimulante, existe um limite para o seu consumo –algumas vezes a ingestão de uma só latinha pode ultrapassá-lo.

Além disso, o produto costuma ser misturado a bebidas alcoólicas, e essa combinação contribui ainda mais para potencializar problemas cardíacos.

Um estudo da Universidade Purdue, em Indiana (EUA), revela que a combinação “vodca com energético”, muito comum nas badaladas, tem os mesmos efeitos danosos ao nosso organismo que cocaína

Uma lata de energético pode ter até 10 vezes mais cafeína do que um refrigerante comum. Já se sabia que os jovens que consumiam energético (mesmo sem misturá-lo com outras bebidas) têm mais chance de virarem consumidores de álcool quando adultos.

Mas, quando o energético é tomado com álcool ainda durante a adolescência, o centro de recompensas do cérebro é alterado – e os jovens sentem mais dificuldade em lidar com substâncias prazerosas. Os efeitos podem durar até a vida adulta.

Comente

Outras Notícias

Veja Também