Menino pede para pai levá-lo de festa após amigo sofrer bullying

Homem publicou na internet o triste relato do filho, que defendeu o melhor amigo das ofensas de colegas de turma.

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

Um post de um pai sobre o bullying sofrido pelo melhor amigo do filho dele viralizou nas redes sociais nesse sábado, dia 23, causando comoção. O caso aconteceu em Marília-SP. O homem, identificado como Mateus Barboza, publicou no perfil dele no Facebook um print de uma conversa que teve com o filho no Whatsapp.

Na conversa, o menino implora ao pai que o leve embora de uma festa de aniversário de um colega, por que o aniversariante e outros meninos estavam ofendendo o amigo dele, Rafael.

“Pai, vem me buscar fazendo o favor. Não quero ficar na festa do Gabriel. Você sabe que o Rafa é meu melhor amigo da escola, né? Aí o Gabriel e os outros meninos estão fazendo bullying com o Rafa. Tão chamando ele de preto e gordo. Eu não fiz bullying não, tá? Eu defendi ele e falei para pararem. Aí eu falei para o pai do Gabriel e para o homem que tá vestido de Minecraft, mas eles deram risada. Agora a gente tá aqui sozinho. Pai, quando você vier, pega o Rafa também, para a gente não deixar meu amigo aqui sozinho”, escreveu o menino.

Mateus respondeu prontamente o pedido do filho. “Oi, campeão, o papai está aí perto. Chego em 10 minutos e fica tranquilo que vamos levar o Rafinha sim. Se esses meninos tentarem qualquer coisa e você precisar se defender, se defenda. As aulas são para isso”.

No Facebok, ele lamentou a situação passada pelo filho e pelo melhor amigo dele. “Extremamente triste com a situação mas, por outro lado feliz pela atitude do meu filho em não se juntar aos outros meninos. Mas fica a reflexão… Nenhuma criança nasce preconceituosa e muito menos agressiva,ou seja, ela aprende isso de alguma forma e na maioria das vezes é em casa, com base na educação que os pais dão e principalmente no comportamento deles. Então pensem bem no tipo de exemplo que vocês pais dão a seus filhos”.

A publicação recebeu milhares de curtidas e já foi compartilhada mais de 106mil vezes até a manhã deste segunda-feira, dia 25. “Chorei e fiquei feliz… Chorei pela criança que sofreu bullying e pela falta de empatia dos adultos que nada fizeram e estou extremamente feliz por esse menino que avisou o pai, acolheu e se preocupou com o amigo… Por mais crianças assim”, comentou uma pessoa. “Que exemplo de filho. Parabéns”, elogiou outro.

Mais acessadas da seamana