Brasil

“Papai Noel” diz ter doença nos testículos e nega assédio a criança

Homem que trabalha fantasiado do personagem natalino foi demitido de um shopping em MG após mãe dizer que ele ficou excitado com criança.

r7.com | Redação
Animador foi demitido de shopping em Contagem (MG) — Foto: Reprodução/Redes sociais

Animador foi demitido de shopping em Contagem (MG) — Foto: Reprodução/Redes sociais

CONTAGEM-MG — O homem que trabalha se vestindo de Papai Noel e que foi demitido de um shopping por supostamente ter ficado excitado enquanto tirava foto com uma menina negou as acusações feitas pela mãe da criança e diz que tem uma doença que provoca inchaço em um dos testículos.


VEJA TAMBÉM


O trabalhador de 58 anos, que preferiu não se identificar, registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (12), e informou que vai entrar na Justiça contra a mãe da menina por calúnia e difamação.

O homem trabalha há trinta anos com recreação infantil e há cinco atua como Papai Noel em shoppings e instituições de caridade. Ele conta que ficou surpreso ao receber uma mensagem da filha contando que estava sendo acusado de assediar uma criança.

O caso se tornou público após a mulher fazer uma publicação em redes sociais, nesta quarta-feira (11). Nas fotos o homem aparece com uma menina no colo. A autora da mensagem diz que ele ficou excitado quando a criança se sentou na perna dele, que a colocava de um lado para o outro e que não queria soltá-la.

O suspeito, contudo, contesta a versão da mulher e diz que sofre de hidrocele testicular, que provoca inchaço no testículo – o que teria provocado o volume registrado pela mãe.

— Eu não vou ficar me expondo muito a esta situação, mas se precisar, eu tenho todo aparato médico, inclusive cirurgia marcada.

O caso foi registrado em um shopping no Centro de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Em nota, o centro de compras lamentou o fato. O texto afirma que o profissional foi encaminhado por uma empresa especializada e que, depois do ocorrido, proibiu a continuidade dos serviços dele no local.
A mulher, autora da postagem, não foi encontrada para comentar sobre o assunto. Depois da repercussão nas redes sociais, ela apagou a postagem. Não há registro de boletim de ocorrência em nome dela. O Papai Noel garante que é inocente e quer apenas seguir a vida de cabeça erguida.

Comente

Outras Notícias

Veja Também