Regional

Oscar Gozzi realiza entrega das 58 novas moradias da CDHU em Tarumã

Assis Notícias | Redação

Oscar Gozzi realiza entrega das 58 novas moradias da CDHU em Tarumã — Foto: Divulgação

TARUMÃ-SP — A Prefeitura Municipal de Tarumã juntamente com a Secretaria de Estado da Habitação através da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) realizou na manhã de sexta-feira, dia 17 de janeiro de 2020, a entrega de 58 novas moradias na Vila Cristal. O investimento da CDHU na construção das moradias foi de R$ 6,6 milhões.

As famílias contempladas receberam suas chaves em um evento solene que aconteceu às 9 horas, e que contou com a presença do prefeito Oscar Gozzi, do vice-prefeito Fernandes Baratela, do Deputado Estadual, Mauro Bragato, do diretor de Atendimento Habitacional da CDHU, Marcelo Hercolin, vereadores de Tarumã e região, secretários municipais e convidados. Prestigiaram o evento o prefeito da cidade de Florínea Paulo Eduardo Pinto, prefeito de Maracaí, Eduardo Correa Sotana, prefeito Sérgio Fornasier e vice-prefeito, Toninho Vallone de Pedrinhas Paulista.

O Padre Antônio Júlio Borecki e o Pastor Claudio Pinheiro rogaram as bênçãos de Deus aos novos moradores.

Os moradores terão prazo de até 300 meses para quitarem seus imóveis. As prestações são subsidiadas pelo Governo do Estado e calculadas de acordo com a renda familiar, garantindo que quem ganha até três salários mínimos desembolse apenas 15% dos rendimentos. Nessa entrega, 88% das famílias beneficiadas pertencem a essa faixa de renda. O valor da menor prestação é de R$ 155,85

As casas têm 56,67m², dois dormitórios, sala, banheiro e cozinha. As habitações incorporam as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade pela Secretaria Estadual da Habitação como pisos cerâmicos em todos os cômodos, azulejos nas paredes hidráulicas, acessibilidade, aquecimento solar para chuveiro e infraestrutura completa.

Do total de moradias, 7% foram reservadas a pessoas com deficiência, 5% a idosos e 4% a policiais ou agentes penitenciários. As demais casas destinam-se à população em geral, depois de calculadas e subtraídas às unidades que receberão pessoas que moram sozinhas.

Comente

Outras Notícias

Veja Também