Cidade

Incubadora de cooperativas da Unesp Assis entrega equipamentos


Formalizada em 2006, projeto de extensão apoia associações de catadores e agricultores.

Assis Notícias | Redação

Incubadora de cooperativas da Unesp Assis entrega equipamentos

ASSIS-SP — Na sexta-feira, dia 29, a Incubadora de Cooperativas Populares (Incop) da Unesp de Assis reuniu representantes de associações, cooperativas, docentes e alunos para a entrega de equipamentos aos Empreendimentos de Economia Solidária vinculados ao projeto. A iniciativa beneficiou grupos de catadores de material reciclado e agricultores familiares com equipamentos como carriolas, projetores multimídia, laptop, impressora, tela de projeção, HD externo, tendas e barracas para eventos e bicicletas elétricas usadas na divulgação dos serviços oferecidos à comunidade.

“Esse material permite que as associações e cooperativas realizem melhor suas atividades de formação e lazer, divulgação dos serviços prestados junto à comunidade e facilita sua participação em eventos”, explica a professora Ana Maria de Carvalho, coordenadora da Incop. Os objetivos que orientam as ações desenvolvidas na incubadora podem ser agrupados em três grandes aspectos: acadêmico, potencializando a articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão; econômico, contribuindo para a alteração da realidade dos grupos populares, e sociopolítico, estimulando o protagonismo dos trabalhadores.

A Incop — Formalizada oficialmente em 2006, a Incop é projeto de extensão universitária, além de funcionar como um núcleo de estágio profissionalizante do curso de psicologia para os alunos de 4º e 5º ano. A equipe é constituída por docentes, técnico-administrativos e estudantes, que colaboram na condição de estagiários, extensionistas ou bolsistas da Pró-Reitoria de Extensão ou do CNPq, conforme os convênios executados pela incubadora. A Pró-Reitora de Extensão, professora Cleópatra da Silva Planeta, esteve no evento, bem como diretores do câmpus de Assis.

A incubadora está articulada junto a uma rede universitária de Incubadoras Tecnológicas de Cooperativas Populares (ITCPs), que congrega mais de 80 instituições em países da América Latina, além de Espanha, Itália e França. A docente explica que o recurso que financiou a aquisição dos equipamentos foi obtido por meio de um convênio entre CNPq e a Secretaria Nacional de Economia Solidária.

“Desde o governo de Michel Temer, esta secretaria vinculada ao Ministério do Trabalho perdeu seu status e boa parte do orçamento, tornando-se uma subsecretaria. Nesta gestão, foi reduzida a um departamento, dentro da assistência social, restrito à economia urbana”, lamenta Ana Maria. “Esta medida impede o envolvimento de quilombolas e assentados, e coincide com as dificuldades enfrentadas pela universidade publica”.

Grupos apoiados — O Incop assessora grupos de catadores de diversos municípios da região, entre eles Assis, Cândido Mota, Paraguaçu, Palmital Rancharia, além de apoiar iniciativas de agricultura familiar no assentamento Boa Esperança, na cidade de João Ramalho.

Os recursos do convênio permitiram o financiamento de atividades de campo, aquisição de materiais didáticos, organização e participação de eventos relacionados à economia solidária”, explica a coordenadora da Incop. “Este edital, particularmente, dizia que se a incubadora fizesse aquisição de bens permanentes, estes deveriam ser incorporados ao patrimônio da universidade e em seguida doado aos empreendimentos”.

O evento em Assis também contemplou a inauguração de novas instalações para a incubadora. Segundo a professora Ana Maria, a incorporação de duas salas irá permitir que as equipes trabalhem permanentemente nos projetos e em reuniões com os empreendimentos. Mais informações sobre a Incop podem ser obtidas na página da incubadora em https://www.assis.unesp.br/#!/extensao/incop/.

Comente

Veja Também