Regional

Marília tem 32 suspeitos de coronavírus e investiga morte

Marília Notícia | Redação
Imagem: Divulgação/PMM

Imagem: Divulgação/PMM

MARÍLIA-SP — Subiu para 32 o número de casos suspeitos do novo coronavírus em Marília. A informação foi divulgada em boletim da Secretaria da Saúde de Marília emitido neste domingo, dia 22.

O poder público também revelou que abriu investigação sobre a morte de um paciente com problemas respiratórios.

Do total de casos suspeitos, cinco estão internados. Três outros casos foram descartados pelo Estado por ausência de critério epidemiológico.

Segundo a Prefeitura, seguindo novas orientações do Ministério da Saúde, desde a última sexta-feira (21) não é mais realizada a notificação específica para suspeita de Covid-19 e sim para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Somente casos de pessoas internadas serão investigados, seja para coronavírus ou influenzas (A-H1N1, A-H3N2, B, entre outras).

Os dados estão disponíveis em marilia.sp.gov.br/coronavirus, com todas as informações, inclusive mapa dos casos suspeitos de Marília.

Ainda não há resposta para nenhum teste de confirmação da doença. “Os resultados dos exames são realizados somente em São Paulo e pelo Instituto Adolfo Lutz, órgão estadual responsável por todo o Estado”, afirma a Prefeitura em nota oficial.

“Como a demanda está alta, com todas as cidades do Estado enviando material para o Instituto, eles não têm previsão da entrega dos exames dos que estão aguardando resultados”, explica o município.

Em entrevista coletiva na última quinta-feira (19) em Brasília, os representantes do Ministério da Saúde já haviam argumentado que, diante da impossibilidade de testar todas as pessoas, os exames serão realizados prioritariamente em situação grave, como em internação.

Não é só Marília que vive a apreensão para divulgação de resultados, em diversas cidades do país vêm havendo reclamações de dificuldade para efetuar o teste.

“Nossa prioridade é poder ter garantia do teste para casos graves. Ninguém vai ser prejudicado por não fazer o teste. Ele serve para saber quem tem coronavírus e entrar em isolamento. Já estamos recomendando que pessoas com sintomas entrem em isolamento. Os assintomáticos não fariam teste. Não tem como fazer teste agora”, pontuou o secretário executivo da pasta, João Gabbardo dos Reis.

Comente

Outras Notícias

Veja Também