Bandidos fortemente armados trocam tiros com a PM durante ataque em agências bancárias

A cidade de Botucatu vivenciou um momento de pânico. 

BOTUCATU-SP — No final da noite dessa quarta-feira, dia 29, a cidade de Botucatu vivenciou um momento de pânico.

Cerca de 40 bandidos fortemente armados e com coletes a prova de balas, atacaram agências bancárias da cidade e trocaram tiros com a Polícia Militar. No confronto, dois policiais ficaram feridos e um dos bandidos foi baleado. Ele chegou a ser socorrido, mas chegou ao hospital sem vida. Os policiais não correm risco.

Pelo menos três agências foram atacadas e em uma delas foram usados explosivos. Nas outras duas, dinamites não detonadas foram encontradas. Equipes do GATE foram acionados para recolher os explosivos.

Segundos relatos, os tiroteios ocorreu em vários pontos da cidade e moradores foram feitos reféns. Uma camionete foi incendiada em frente ao batalhão da PM para dificultar a saída dos policiais e na parede é possível ver as marcas dos tiros de fuzil. O confronto durou mais de duas horas e não ouve registro de habitantes feridos.

A Secretaria de Segurança Pública informou que, dinheiro, fuzis, veículos e munições foram apreendidos. Os mesmos estão sendo contabilizados e periciados.

Conforme informações da concessionaria que administra as rodovias da região, cinco veículos foram incendiados pelos bandidos. Uma carreta e um caminhão foram incendiados na Rondon e os outros três veículos foram incendiados na Rodovia João Hipólito Mattos. Nenhum motorista ficou ferido e as rodovias já foram liberadas.

A prefeitura de Botucatu publicou um comunicado pedindo para que os moradores fiquem em suas casas.

Policiais do GOE (Grupo de Operações Especiais) e da Rota foram acionados e estão na cidade. Equipes da Polícia Militar fazem patrulhamento pelas vias que dão acesso ao município, mas, até o momento, ninguém foi preso.

As agências, Banco do Brasil, Itau e Bradesco, estão temporariamente fechadas para reparo. Nenhum funcionário ou cliente foram feridos.

VEJA TAMBÉM

Mais acessadas da seamana