Ajudante de pedreiro é acusado de sexo com cadela

Testemunha que flagrou o “ato sexual” com o animal, registrou a prova em vídeo. Caso aconteceu no dia 29 de abril em Marília.

MARÍLIA, SP – Um ajudante de pintor de 58 anos, morador do Jardim Santa Antonieta, na zona Norte de Marília, é acusado de abuso de animais. Ele foi flagrado por um vizinho no domingo (29) fazendo sexo com uma cadela.

O caso ocorrido na rua Bento de Abreu só foi registrado no plantão policial na segunda-feira (29) pela testemunha, um garçom de 43 anos, que filmou o acusado por cima do muro após ouvir choro de cachorro na casa ao lado.

O vídeo foi entregue na CPJ (Central de Polícia Judiciária), onde o ajudante de pintor também compareceu e registrou uma queixa de ameaça contra o vizinho que o denunciou.

O acusado disse que foi ameaçado após ter sido flagrado “praticando ato sexual com a cachorra dele”.

A reportagem do Marília Notícia também recebeu o vídeo de leitores. Nas imagens o denunciante diz “Você acha bonito o que você está fazendo ai, né ‘veio’? Vou chamar a polícia pra você agora”.

O acusado então responde: “Chama lá, o que eu tô fazendo? Chama lá. Você tá doido”. O caso será investigado pela Polícia Civil.

VEJA TAMBÉM

Mais acessadas da seamana