Corinthians inaugura estátua para ex-jogador Sócrates na Arena

Timão realizou uma homenagem ao ídolo Sócrates, que morreu em 2011. O evento também marcou o lançamento do novo uniforme do time alvinegro.

FUTEBOL – Antes de enfrentar o Independiente, pela Copa Libertadores, o Corinthians inaugurou na Arena Corinthians, nesta quarta-feira, uma estátua em homenagem ao ídolo Sócrates, morto em 2011. O evento também marcou o lançamento do novo uniforme do time alvinegro.

A estátua eterniza a comemoração do ex-jogador, que celebrava seus gols erguendo o punho direito. O ex-lateral-direito Zé Maria participou do evento representando o time da Democracia Corintiana, no qual, Sócrates foi um dos líderes.

O clube aproveitou o evento para mostrar os novos uniformes. Fagner e Roger foram os garotos propaganda. O lateral está se recuperando de lesão e o atacante não está inscrito na competição continental.

O lançamento da estátua e do novo uniforme ao mesmo tempo não foi em vão. O clube divulgou que o preço das camisas estarão mais acessíveis para “democratizar’ o uniforme para todos os torcedores.

“A Democracia Corinthiana foi um período em que os atletas mostraram, dentro e fora de campo, o verdadeiro DNA do clube: uma nação que prega, acima de tudo, paixão, união e coletividade”, comentou Luís Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians. “A iniciativa de possibilitar o acesso de mais pessoas ao manto alvinegro é democracia em marcha, que dialoga com esse espírito único da Fiel e seu natural engajamento às boas causas.”

A camisa principal (uniforme 1) é branca, com gola careca e um botão centralizado na altura do peito. Na parte de trás da gola, listras verticais em preto e branco destacam as cores do Timão. Na parte interna, há a frase: “Eu sou Corinthians”. A segunda camisa traz estampa mais moderna que lembra o concreto da cidade de São Paulo e a origem de luta do clube. Também em gola careca, o uniforme traz na parte interna a inscrição “Não para de lutar”, reforçando o grito da Fiel.

VEJA TAMBÉM

Mais acessadas da seamana