Polícia

Adolescente morto a tiros em briga por pipa apontou revólver para suspeito e foi desarmado, diz delegado

Caso foi registrado em Agudos (SP) e está sendo investigado como homicídio qualificado, por motivo fútil.

G1 | Redação
Adolescente chegou a ser socorrido pelos moradores do bairro, mas morreu na UPA de Agudos (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Adolescente chegou a ser socorrido pelos moradores do bairro, mas morreu na UPA de Agudos (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

AGUDOS-SP — O adolescente de 16 anos Gabriel Finatti Natlinina, morto durante uma briga por causa de uma pipa em Agudos-SP, na última segunda-feira, dia 25, foi atingido por um tiro da arma que carregava. A informação é da Polícia Civil após ouvir várias testemunhas.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Cristiano Mangio Cardarelli, testemunhas disseram que o revólver estava com o adolescente, que foi desarmado pelo suspeito de atirar nele.

“A vítima estava soltando pipa quando os dois discutiram e o adolescente apontou a arma para o rapaz, ameaçando-o. O rapaz desceu do carro, entrou em luta corporal com o menor, conseguiu desarmá-lo e atirou nele”, explica.

O próximo passo da investigação é encontrar a arma. No final da tarde desta terça-feira (25), o jovem de 19 anos suspeito de atirar e matar o adolescente se apresentou na delegacia de Agudos. O rapaz chegou acompanhado do advogado de defesa para prestar depoimento.

O delegado disse que vai pedir a prisão preventiva do suspeito, já que o tempo do flagrante já tinha passado.

Briga por pipa
De acordo com a polícia, o jovem atirou duas vezes contra o adolescente. O motivo da discussão, segundo testemunhas, foi após uma briga por causa de uma pipa.

Ainda baleado, Gabriel caminhou por cerca de um quarteirão para pedir ajuda. Moradores do próprio bairro levaram-no até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Agudos.

Ele precisou ser transferido para o hospital de Bauru, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade.

Comente

Veja Também