Liverpool está na final da Liga dos Campeões depois de 11 anos

A Roma venceu em por 4 a 2, mas os ingleses classificaram porque ganharam o primeiro jogo da semifinal por 5 a 2; a decisão será no dia 26 de maio.

FUTEBOL – O Liverpool está na final da Liga dos Campeões da Europa, depois de 11 anos. A Roma venceu o segundo jogo da semifinal por 4 a 2, nesta quarta-feira (02), mas não conseguiu vaga para a decisão. Os gols ingleses foram de Mané e Wijnaldum e os gols italianos foram de Milner, contra, Dzenko e dois de Nainggolan.

A Roma precisava de três gols, já que o jogo em Londres foi 5 a 2, e foi logo para o ataque. Dzeko fez boa jogada individual, chegou até a linha de fundo e cruzou. A bola passou por toda àrea inglesa e ninguém chutou para o gol.

Em um erro do meio campo da Roma, o Liverpool abriu o placar. Nainggolan errou o passe e Firmino puxou contra-ataque, tocando na esquerda para Mané, que ficou cara-a-cara com Alisson, e tocou cruzado.

Salah teve a chance de ampliar o placar para os ingleses, mas Alisson defendeu.

O gol que saiu foi da Roma. Florenzi cruzou da esquerda e El Shaarawy cabeceou na grande área. Lovren tentou afastar, mas a bola bateu na cabeça de Milner e entrou.

Alisson fez uma grande defesa aos 24 minutos do primeiro tempo. Robertson cruzou rasteiro para Mané pegar de primeira e o goleiro brasileiro defender com o pé.

No minuto seguinte, o Liverpool voltou a ficar a frente no placar. Milner cobrou escanteio, Dzeko tocou para trás para tirar, mas a bola sobrou para Wijnaldum cabecear para o gol.

A Roma poderia ter empatado aos 34 minutos, mas a trave impediu. El Sharaawy recebeu na intermediária, puxou para a direita e chutou. A bola desviou no meio do caminho e bateu no poste.

Pressão romana

Nainggolan fez 2 da Roma na vitória por 4 a 2 contra o Liverpool (Foto: Tony Gentile/Reuters – 2.5.2018)

A Roma ficou todo o segundo tempo no ataque. Logo aos 3 minutos, Dzeko sofreu um pênalti do goleiro Karius, mas o árbitro esloveno Damir Skomina errou, porque deu impedimento do jogador do time italiano.

Dois minutos depois os italianos empataram. El Shaarawy chutou, Karius defendeu e no rebote, Dzeko empatou a partida.

Aos 14 minutos, De Rossi lancou para Ünder, que finalizou fraco sem muito perigo para os ingleses.

O juiz errou novamente contra a Roma. Aos 17 minutos, Nainggolan cruzou na área, Dzeko desviou, e bola sobrou para El Shaarawy. Atacante chutou, Arnold tirou com a mão e o árbitro não deu pênalti.

O Liverpool só consegiu ir ao ataque aos 23 minutos. Salah tocou para Firmino, que chutou e Alisson fez linda defesa com o pé.

Aos 32 minutos, Fazio tocou para Schick. Atacante bateu de primeira buscando o ângulo. A bola foi para fora, tirando tinta da trave.

Três minutos depois, Dzenko quase virou o placar, mas Karius defendeu.

Aos 40, finalmente veio a virada italiana. Nainggolan acertou um belo chute de fora da área.

Torcida do Liverpool no estádio Olímpico de Roma (Foto: Maxi Rossi/Reuters – 2.5.2018)

Nos acréscimos, a bola tocou na mão de Klavan e desta vez o árbitro esloveno deu pênalti. Nainggolan bateu bem e fez Roma 4 a 2.

Foi o úlitmo lance do jogo. A torcida da Roma aplaudiu o esforço dos jogadores, mas foram os ingleses que comemoraram a classificação.

O Liverpool não chegava a uma final da Liga dos Campeões de 2007 e vai enfrentar o Real Madrid, no dia 26 de maio.

Uma decisão entre Real Madrid e Liverpool aconteceu em 1981 e os ingleses foram campeões.

Mais acessadas da seamana