Após prisão de suspeito, polícia localiza centenas de cabeças de gado furtadas em Quatá

DIG de Tupã trabalha para identificar as vítimas e pelo menos 100 animais já foram restituídos, segundo a polícia. Operação contou com apoio da Polícia Civil de Jales.

Após prisão de suspeito, polícia localiza centenas de cabeças de gado furtadas em Quatá — Foto: Polícia Civil | Divulgação

QUATÁ-SP — A Polícia Civil de Tupã, através da DIG — Delegacia de Investigações Gerais, está trabalhando nesta segunda-feira, dia 31, para identificar as vítimas que tiveram cabeças de gado furtadas nos últimos meses na região.

O trabalho está sendo feito depois que um homem de 43 anos foi preso, suspeito de envolvimento no furto de gado, e a polícia localizou mais de 400 animais em quatro propriedades utilizadas por ele em Quatá.

De acordo com a delegada da DIG de Tupã, Milena Davoli, a operação foi feita em conjunto com a DIG de Jales, que fez um flagrante de furto de gado e encontrou os dados do suspeito dentro de um caminhão que foi interceptado transportando os animais.

Polícia localizou mais de 400 animais em quatro propriedades utilizadas por suspeito em Quatá — Foto: Polícia Civil | Divulgação

Depois disso, foi solicitado o apoio da DIG de Tupã, que mapeou as quatro propriedades e cumpriu mandados de busca e apreensão.

A delegada informou que pelo menos 100 cabeças de gados já foram restituídas aos donos, que são de várias cidades da região. A polícia trabalha para identificar mais vítimas e reconhecer quais dos animais eram furtados e de quais propriedades.

Pelo menos 100 cabeças de gados já foram restituídas aos donos após apreensão em Quatá — Foto: Polícia Civil | Divulgação
Homem de 43 anos foi preso suspeito de envolvimento no furto de gado em Quatá — Foto: Polícia Civil | Divulgação

VEJA TAMBÉM

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana