Bandidos rendem motorista e roubam carga de leite em pó em Palmital

Carreta que estava estacionada em posto em Palmital e foi encontrada em uma estrada de terra na BR-153, em São Pedro do Turvo. Ninguém foi preso.

Caminhão estava carregado de leite em pó, mas só uma parte da carga foi levado pelos assaltantes — Foto: Laperuta/Passando a Régua

PALMITAL-SP — Uma carreta carregada de leite em pó foi roubada, na madrugada desta quinta-feira, dia 24 de setembro, por volta da 0h, em um posto de combustíveis na Rodovia Raposo Tavares — SP-270, em Palmital. As informações são do portal Passando a Régua.

A carreta pertencente a Transportadora Martinelli, com placas de Bady Bassitt, foi localizada pela seguradora por volta das 2h, em meio a um canavial, em uma estrada de terra às margens da Rodovia Transbrasiliana— BR-153, em São Pedro do Turvo. Os bandidos levaram parte da carga de leite em pó e fugiram em outros veículos.

De acordo com relato do motorista, de 39 anos, ele dormia dentro do caminhão, que estava estacionado no Auto Posto Rota Sul, no km 420, em Palmital, quando por volta da 0h de hoje (24), pelo menos três bandidos quebraram o vidro da porta do lado direito e invadiram a cabine, onde ele estava dormindo. Os bandidos cobriram o rosto da vítima com uma toalha e colocaram uma arma em direção a sua cabeça. Os ladrões ainda abriram o painel da carreta, ligaram o veículo foram até a estrada de terra, na BR-153, em São Pedro do Turvo, onde tiraram do caminhão 10 paletes, contendo caixas de leite em pó. Ao todo na carreta havia 28 paletes, restando 18. Os bandidos levaram ainda o celular do motorista e chegaram a pegar a sua carteira, o ameaçando, dizendo que sabiam que ele era.

Policiais federais rodoviários receberam o chamado da empresa seguradora, que havia rastreado o caminhão e informado que ele estava no km 327, na BR-153. Já por volta das 4h30, os policiais chegaram no local e se depararam com a carreta e o motorista em seu interior. Nenhum bandido foi localizado.

Ainda de acordo com informações, que foram na CPJ — Central de Polícia Judiciária de Ourinnhos, existe a possibilidade de que os bandidos tenham sido vistos por um policial civil, que se deslocava para São Pedro Turvo, durante a madruga para realizar a escolta de presos. O policial contou que viu uma carreta e um caminhão furgão entrando no sentido São Pedro do Turvo (SP), além de dois veículos, ambos da marca VW/Gol, saindo de uma região de terra, cortando a frente da carreta e do caminhão furgão. A placa de um dos veículos foi anotada e verificou ser da cidade de Franca (SP). Os dados podem ajudar na investigação.

Segundo caminhoneiro, ele descansava na cabine quando foi atacado por três homens, pelo menos um deles armado — Foto: Laperuta/Passando a Régua

VEJA TAMBÉM

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana