Polícia investiga morte de adolescente assisense na cadeia de Lutécia

Segundo BO, jovem foi encontrado morto dentro da cela onde estava sozinho com um lençol enrolado no pescoço. Família contesta versão da polícia.

Polícia investiga morte de adolescente apreendido por tráfico na cadeia de Lutécia — Foto: TV TEM/Reprodução

ASSIS-SP — A Polícia Civil de Assis abriu um inquérito afim de investigar o caso do adolescente Carlos Alexandre Domiciano, de 17 anos de idade, que foi encontrado morto no último sábado, dia 10 de outubro, na cadeia de Pública de Lutécia.

De acordo com o boletim de ocorrência, o jovem foi detido nesta sexta-feira, dia 09 de outubro, por suspeita de tráfico de drogas em Assis e levado para a cadeia no mesmo dia, onde ficou em uma cela sozinho.

Na manhã de sábado, consta no registro policial que ele chegou a conversar com um agente penitenciário e pedir para entrar em contato com a família para que eles mandassem produtos de higiene.

No entanto, ainda segundo o BO, o agente penitenciário voltou à cela do adolescente na hora do almoço e o encontrou morto com um lençol enrolado no pescoço. Ele tinha sinais de enforcamento e lesões, possivelmente autolesões, causados por cacos de vidro da janela, de acordo com o registro.

Além dos sinais de enforcamento e das lesões, consta no atestado de óbito que o jovem teria tomado um medicamento. A família contestou essa versão da polícia e registrou um boletim de ocorrência para que a morte seja investigada.

Agora, a polícia aguarda os laudos do IML — Instituto Médico Legal de Assis, que vão comprovar a causa da morte do jovem e devem ficar prontos em até 30 dias.

VEJA TAMBÉM

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana