Polícia identifica suspeitos de matar jovem de 16 anos com tiro durante festa em Marília

Suspeito de 18 anos foi preso e menor de 17, que apresentou arma que teria sido usada no crime, acabou apreendido. Um terceiro homem segue foragido.

Mateus tinha 16 anos — Foto: Arquivo Pessoal

MARÍLIA-SP — A Polícia Civil de Marília identificou nesta quarta-feira, dia 2 de dezembro, dois jovens suspeitos de terem envolvimento na morte de um adolescente de 16 anos, atingido por um tiro durante uma festa no distrito de Padre Nóbrega no mês passado.

Segundo o delegado Marcelo Sampaio, titular da DIG — Delegacia de Investigações Gerais, um adolescente de 17 anos, que foi apreendido, apresentou à polícia uma arma e admitiu que teria sido o autor do disparo que matou Mateus Henrique Pereira da Silva.

Como as investigações apontaram a participação de outros envolvidos, a polícia cumpriu mandado na casa de um jovem de 19 anos, que não estava no local, mas se apresentou e também assumiu o envolvimento no crime.

O terceiro suspeito de ter participado do tiroteio durante a festa é um jovem de 18 anos que está foragido.

Mateus morreu após ser atingido por um tiro em uma festa que era realizada em uma chácara, na madrugada do dia 8 de novembro.

Segundo informações da Polícia Militar, uma equipe já tinha sido acionada por conta da aglomeração no local. Durante a festa, houve confusão e uma das pessoas envolvidas estava armada e efetuou disparos.

Mateus foi atingido no peito por um dos tiros. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento.

Adolescente de 17 anos apresentou a arma que teria sido usada no crime e admitiu ser o autor do disparo; polícia investiga autoria — Foto: Polícia Civil/Divulgação

VEJA TAMBÉM

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana