Política

Defesa de Lula pede a Moro que desbloqueie os bens do petista

Advogados alegam que o ex-presidente não tem dinheiro para despesas com a família e para pagar a própria defesa.

R7

POLÍTICA – A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta sexta-feira (27) que o juiz Sérgio Moro desbloqueie pelo menos parcialmente os bens dele e da ex-primeira dama Marisa Letícia, que faleceu em fevereiro de 2017.

A Justiça Federal determinou, no dia 10 de abril, o bloqueio das contas bancárias e valores aplicados em planos de previdência privada em nome do ex-presidente. Também foram bloqueados todos os valores que estão na conta da empresa LILS Palestras, que tem o petista como sócio. O pedido dos advogados não cita valores.

Segundo a defesa, Lula “não dispõe de qualquer valor atualmente para fazer frente às despesas necessárias à sua subsistência e de sua família”. O petista também “não dispõe de qualquer recurso para exercer seu direito fundamental à ampla defesa”.

Dívidas

Para garantir o pagamento de dívida fiscal de quase R$ 30 milhões com a União, a 1ª Vara de Execuções Fiscais de São Paulo decretou a indisponibilidade de bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Comente

Outras Notícias

Veja Também