Seis homens são indiciados por morte de zelador e mulher grávida de 8 meses em bar de Marília

Segundo a polícia, motivação foi uma cobrança de dívida de drogas contra um irmão do zelador. Gestante foi atingida por estar na mesa ao lado.

Carla Silva de Moraes morreu baleada em bar de Marília (SP) — Foto: Facebook/Reprodução

MARÍLIA-SP — Seis homens acusados de duplo homicídio do zelador Manoel da Silva Barreto, de 36 anos, e a gestante Carla da Silva de Moraes, de 25 anos, na noite do dia 25 de novembro do ano passado em um bar na Zona Sul de Marília foram indiciados pela DIG — Delegacia de Investigações Gerais.

Segundo a polícia, Vitor dos Santos Gonçalves, Tayron Aparecido Ferreira de Abreu e Gabriel Augusto de Oliveira olanejaram o crime e contratado Leandro Pereira Martins e Diego Pereira Pinto para executar o zelador. Os seis foram indiciados por dois homicídios triplamente qualificados por motivo torpe, além de provocar aborto sem o consentimento da gestante, e duas tentativas de assassinato.

Vitor foi identificado como o dono da moto usada no crime e foi preso no dia 22 de abril em Bauru.

O principal acusado e suspeito de ser o líder do grupo é Antonio Marcos Ferreira Lima que se encontra foragido. Além de Antônio, Leandro e Gabriel também estão sendo procurados pela polícia.

A polícia relatou que os criminosos receberam as armas e a moto para ir ao bar, enquanto os outros envolvidos ficaram em um carro supervisionando a ação.

A polícia guarda novos laudos e a investigação continua.

Duplo homicídio

No dia do ocorrido Carla e o marido estavam em um bar, juntamente de Manoel e a esposa, quando dois homens em uma motocicleta chegaram ao local e foram em direção a Manoel, disparando contra ele e atingindo Carla no pescoço.

De acordo com a polícia, a gestante foi socorrida inicialmente pelo marido, que a levou para o carro do casal que estava em frente ao estabelecimento enquanto aguardavam a chegada da ambulância.

A vítima foi levada para o pronto-socorro do Hospital das Clínicas, mas não resistiu ao ferimento. A criança estava prevista para nascer dia 20 de dezembro de 2020, mas também não resistiu,

Manoel ao ser atingido correu para dentro do bar, mas não conseguiu escapar, caindo no chão e sendo baleado novamente pelos criminosos, que fugiram logo após. A vítima foi atingida por pelo menos 5 tiros no tórax, costas e braços, Manoel não resistiu aos graves ferimentos e morreu no local.

Vítima de 36 anos foi atingida por pelo menos 5 tiros em Marília — Foto: Facebook/ Reprodução

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana