História inusitada envolvendo empreendedor e a agente do Sebrae Paraguaçu é destaque em premiação

Na oportunidade, foi entregue também uma placa em homenagem ao Sebrae Aqui por levar informações a mais e 3600 empresários e futuros empresários da região.

PARAGUAÇU PAULISTA — Na última semana, o prefeito Antian recebeu os integrantes do Sebrae Aqui premiados na campanha #OQUESPTEM. A iniciativa tem o objetivo de disseminar as potencialidades do Estado de São Paulo e, todo ano, evidencia agentes em diversas modalidades.

Uma delas deu à agente Analete Paixão Pereira Anselmo o primeiro lugar na categoria Melhor História Engraçada de Atendimento.

A história contada por ela envolve Emerson Corrêa, conhecido como Portuga, que, ano passado, procurou a agente no Sebrae bastante frustrado com a situação do seu empreendimento durante a pandemia. “Ano passado passei por uns apertos aqui no lava-rápido, não tinha movimento e cheguei a pensar em fechá-lo”, conta Emerson.

Emerson Corrêa, conhecido como Portuga

Analete lembra que o cliente chegou no Sebrae nervoso. “Chegou dizendo que era pra fechar seu MEI, pois não estava tendo clientes e que sua empresa não tinha dinheiro nem pra pagar a água do seu estabelecimento. Eu solicitei que sentasse na cadeira para que pudéssemos conversar e entender o problema. Fui tentando acalmá-lo para que mudasse de ideia, e disse que ele ainda teria muito a ganhar”, recorda.

Durante a conversa surgiu uma solução inesperada. “Eu estava meio sem jeito porque estava disposto a fechar pois já tinha feito de tudo. Mas ficamos conversando e brinquei que a única coisa que faltava era me vestir de palhaço pra conseguir clientes”, conta o empreendedor rindo.

A sugestão desesperada do cliente provocou crise de risos em Analete que deu uma resposta inusitada. “Em meio a risos, eu disparei: Por que não se vestir de palhaço e ir buscar os carros dos clientes na sua residência?”.

Emerson, estão, levou a sugestão a sério. “Fiz isso mesmo e acabou dando certo, mudei de ideia e não fechei. Procuro sempre o Sebrae pra me ajudar, fiz vários cursos já. Até consegui uma linha de crédito pra dar uma melhorada. Está sendo bom e até hoje vou buscar os carros nas casas dos clientes, mas só não me visto mais de palhaço”, relata sob risos.

A história rendeu o prêmio do Sebrae à Analete e também deixou, segundo ela, um ensinamento. “Sempre ajudar ao próximo, mesmo que seja com uma idéia muito doida (risos) Vai que dá certo né?”.

Premiação 

Todas as unidades do projeto concorreram ao prêmio, totalizando 233 municípios e 500 agentes do Estado de São Paulo. Foram entregues 52 troféus, 155 medalhas e 233 placas de homenagem durante o evento digital.

Paraguaçu Paulista recebeu o prêmio de segundo lugar na categoria Integração entre Serviços Locais com o programa que apoia empreendedores por meio de uma parceria com Banco do Povo.

Outro destaque foi a categoria Trabalho em Rede e Visão Sistêmica que destaca boas práticas colaborativas entre os próprios agentes.

Na oportunidade,  foi entregue também uma placa em homenagem ao Sebrae Aqui por levar informações a mais e 3600 empresários e futuros empresários da região.

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana