Bauru e Marília

Aposentado é assassinado em condomínio de Marília

Segundo a polícia, a vítima estava sobre a cama e com um travesseiro sobre a cabeça. No local, foi encontrado um caderno com a palavra “perdão” escrita em uma das folhas e um documento do homem que, segundo testemunhas, seria companheiro da vítima.

Marília Notícia

MARÍLIA, SP – A Polícia Civil investiga o homicídio do aposentado Daril Gomes, de 61 anos, encontrado sem vida na tarde de quarta-feira (25) em seu apartamento no condomínio San Remo, no Jardim Califórnia, zona Oeste de Marília (SP).

O prédio fica na rua Hércules Galete e vizinhos chamaram a Polícia Militar por volta das 13h50 com informação de que um dos apartamentos estava exalando forte cheiro. Quando a equipe da PM chegou no local um chaveiro já tentava abrir a porta.

O corpo já em início de decomposição foi encontrado deitado na cama de um dos quartos com o travesseiro sobre o rosto, “aparentando sinal de violência”, de acordo com o boletim de ocorrência.

A perícia identificou um “aparente ferimento cortante” no pescoço da vítima, mas o corpo ainda passaria por exames no IML (Instituto Médico Legal) para esclarecer a causa da morte.

A CNH de um homem identificado como o companheiro de Daril foi encontrado em cima do sofá, na sala, onde também havia um caderno em uma mesa escrito com a palavra “perdão”.

Vizinhos disseram que o companheiro de Daril foi visto saindo do condomínio com o carro do aposentado na manhã de domingo (22).

O delegado plantonista também esteve no local e o caso foi registrado como homicídio simples. A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) foi comunicada e toca as apurações.

O automóvel de Daril, umVolkswagen Crossfox foi encontrado também naquela tarde abandonado com as portas destrancadas na rua Cides Aprígio Ferreira, no bairro Domingues de Leo, zona Sul.

Comente

Outras Notícias

Veja Também