Passageiras de ônibus são presas com 15,801 quilos de maconha em travesseiro

Veículo foi fiscalizado na Rodovia Raposo Tavares, em Presidente Prudente.

Pacotes e tabletes de maconha estavam com travesseiros, bolsa e mala — Foto: Polícia Rodoviária

PRESIDENTE PRUDENTE-SP — Duas mulheres foram presas em flagrante por tráfico e associação ao tráfico de drogas, na Rodovia Raposo Tavares — SP-270, em Presidente Prudente, na noite desta quarta-feira.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, elas eram passageiras de um ônibus que seguia de Campo Grande — MS — a São Paulo. O coletivo foi parado para ser fiscalizado no km 561,5, por volta das 19h.

Durante a vistoria, os policiais perceberam que duas passageiras “apresentaram grande nervosismo” e ainda deram resposta desencontradas sobre o motivo da viagem, o que motivou uma revista em seus pertences. Elas estavam sentadas juntas.

Dentro do travesseiro de uma delas havia seis sacos de maconha. Outros três pacotes e quatro tijolos da mesma droga foram localizados em uma bolsa preta.

A outra também carregava três pacotes de maconha no travesseiro e mais 13 sacos e sete tijolos em uma mala.

Os policiais ouviram as duas separadamente. Uma disse ser de São Paulo e que conheceu a outra pela internet. Elas teriam combinado de ir até Campo Grande — MS — para comprar droga, sendo “maconha e bucha”, para levarem para suas cidades. Porém, ela não deu informações do valor pago, vendedor e comprador. Com ela também havia uma nota de R$ 10 e duas porções de maconha, que estavam no bolso de sua calça, dentro de um maço de cigarros.

A segunda passageira falou que é da cidade de Betim — MG, confirmou que as duas se conheceram via internet e que haviam combinado a viagem ao Mato Grosso do Sul. Ela afirmou que venderia o entorpecente em sua cidade e que com o dinheiro “iria comprar roupas”. Disse que pegou a droga de uma pessoa desconhecida, tendo pago R$ 1,3 mil.

As mulheres de 19 e 23 anos foram presas em flagrante e encaminhadas para a Delegacia Participativa, onde foram indiciadas por tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Elas permaneceram à disposição da Justiça.

Ao todo, foram apreendidos 11 tabletes e 25 pacotes de maconha, que pesaram 15,801 quilos.

Outras Notícias

Mais acessadas da seamana